Avaliações

Se a detecção do autismo é difícil, o diagnóstico também o é visto que não existem actualmente testes médicos ou análises ao sangue que o diagnostique. Os médicos baseiam o diagnóstico nos sintomas de comportamento e desenvolvimento.

A realização de uma avaliação multidisciplinar vai ajudar a perceber quais as áreas afetadas pelo autismo e que devem ser trabalhadas, gerando um relatório que dá orientações específicas para a intervenção terapêutica ser o mais eficaz possível.

Contacte-nos através do email aia@aia.org.pt ou do telefone  +351 253 627 749 para agendar uma consulta

São critérios de diagnósticos do Pertubação do Espectro do Autismo (PEA), segundo o DSM-V:

1) Persistência de défices na comunicação social e interação social em vários contextos atualmente ou no passado.
2) Comportamentos restritos, e padrões repetitivos de comportamento, interesses ou atividades, atualmente ou no passado.
3) Os sistemas têm de estar presentes em períodos precoces do desenvolvimento (mas podem não se manifestar por completo até que exigências sociais excedam os limites das capacidades, ou mascarados por estratégias de aprendizagem na vida futura).
4) Os sintomas causam dificuldades significativas clínicas no atual funcionamento social, ocupacional ou em outras áreas importantes.

5) Estes distúrbios não são explicados por incapacidade intelectual (distúrbio de desenvolvimento intelectual) ou atraso do desenvolvimento global. Incapacidade intelectual e autismo ocorrem frequentemente em simultâneo; para fazer comorbidade de diagnósticos de perturbações do espetro autista e incapacidade intelectual, a comunicação social deve estar abaixo da esperada para o nível de desenvolvimento geral.