AUTISMO TEM VINDO A AUMENTAR EM TODO O MUNDO

Em Portugal, uma em cada mil crianças em idade escolar sofre de autismo, com maior incidência sobre o sexo masculino. Desde os anos 90 do século passado esta perturbação do desenvolvimento infantil tem vindo a aumentar e numa proporção de 60 em cada 10 mil crianças em todo o mundo. Estes números, um bocado assustadores, foram divulgados numa conferência que teve lugar na passada sexta-feira, na Junta de Freguesia de S. Vicente.
Eduardo Ribeiro, presidente da AIA, e Paula Carvalho, técnica da mesma associação, oradores da palestra, falaram um pouco da actividade da AIA (Associação para a Inclusão e Apoio ao Autismo), revelando os marcos mais importantes da sua actividade, nomeadamente a criação do núcleo da AIA em Braga no ano de 2005 e a sua autonomia administrativa em 2010, ano em que realizaram a sua primeira caminhada.
Tendo como lema “A Teu Lado”, esta associação conta já com 360 associados e presta apoio ao nível da intervenção precoce, possui um centro de actividades ocupacionais, trabalha com os pais ao nível de convívios, reuniões de partilha (projecto retomado), e acções de formação e também com a comunidade através de acções de sensibilização, de informação e formação.
A AIA tem como missão apoiar pessoas com perturbações do desenvolvimento e autismo em todas as faixas etárias.
A iniciativa, que teve lugar no Centro Cívico de S. Vicente, e que serviu para comemorar o “Dia Mundial da Consciencialização do Autismo”, resulta de uma parceria frutífera entre a Junta de Freguesia de S. Vicente e a AIA, instituição que a autarquia apoia deste a primeira hora. Jorge Pires, presidente da Junta de Freguesia, sublinhou isso mesmo na sua intervenção final. O autarca agradeceu mais uma vez a participação da AIA nestas sessões de esclarecimento à população sobre a temática e desejou as maiores felicidades nesta sua nobre missão social. Jorge Pires agradeceu também a presença de todos os presentes e em especial ao grupo de música popular “A Voz da Gente”, constituído por elementos da Associação de Reformados de S. Vicente, que animou o serão.
Domingos Alves (vogal para a Cultura) e moderador da sessão, fez uma pequena intervenção ao tema da noite e agradeceu a Miguel Gonçalves (director das Faculdades de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica), a Aida Alves (directora da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva), a João Pires (presidente da União de Freguesias de S. Lázaro e S. João Souto), a Rosa Carvalho (presidente da Assembleia de Freguesia de S. Vicente), aos restantes membros do executivo vicentino e assembleia de freguesia, ao grupo “A Voz da Gente” e a todos os presentes na iniciativa.